Header Ads

Seo Services

DELAÇÃO : Vice-governador é acusado de receber mesada de dinheiro desviado da Petrobrás.


No seu depoimento de delação premiada, o doleiro Alberto Yousseff, falou de mesadas pagas a deputados federais do PP com dinheiro desviado da Petrobrás por integrantes indicados pela sigla. No rol dos deputados indicados que supostamente receberam a mesada do dinheiro ilícito está o vice-governador da Bahia, João Leão (PP), que antes de assumir o mandato no Palácio de Ondina, cumpriu mandato na Câmara Federal. Os valores iam de R$ 30 mil a R$ 150 mil.
Essa informação consta no pedido de ação penal elaborada pelos procuradores da Lava Jato, ingressado na semana passada e que tem como alvos o conselheiro do TCM, Mário Negromonte (PP) e o deputado federal Roberto Britto (PP). Não há referência de pedido de sanção ao cacique pepista baiano nos pedidos.
No ultimo dia 06/05 (sabado), o vice-governador João Leão, esteve na cidade de Feira de Santana, onde participou de um café da manhã promovido por lideranças religiosas (Pastores) da Cidade,onde sem perder  tempo usou o microfone saudando os presentes e abençoando os pastores. 
 

Segundo os pastores, o intuito do vice-governador, foi discutir assuntos relacionados à comunidade evangélica e da sociedade como um todo, mas comenta-se que a vinda do vice-governador João Leão a Feira de Santana, foi tão somente aproximar-se dos pastores da cidade para posteriormente apresentar o deputado Federal Cacá Leão, seu filho, já que é candidato a reeleição, a informações ainda dão conta que um Líder religioso Evangélico  da cidade,  é que está articulando toda essa suposta vinda do Deputado federal Cacá Leão a Feira de Santana , com a intenção de levar uma grande gama de Pastores a apoia-lo

O vice-governador negou recebimento de qualquer mesada de dinheiro desviado da Petrobrás. Disse também que não cometeu crime e não tem nada a esconder. “Essas declarações são irresponsáveis”, classificou. Vale lembrar que o pepista, inclusive, já prestou depoimento na Justiça Federal.  

Nenhum comentário