Header Ads

Seo Services

CULTURA: Presidente de associação é tratado do indiferença na Câmara de vereadores em Feira de Santana.


O presidente da Associação Ginga Menino, Cláudio Borges de Brito- Mestre Paraná, usou a tribuna livre da Câmara Municipal  de Feira de Santana, na manhã desta quarta-feira (10), para solicitar ajuda dos edis para a exibição do Bloco da Capoeira na Micareta deste ano.
“É o quarto ano que o bloco vai às ruas e todos os anos eu venho a esta tribuna pedir a ajuda nos nobres edis. O bloco resgata a cultura da cidadania, valorizando as raízes culturais. Este ano o Bloco da Capoeira estará homenageando as princesas do Sertão Babalorixá, Maria Malha, Mãe Rosinha, Maria Pequena e Mãe Graça. Portanto, gostaria deste ano poder contar novamente com o apoio dos vereadores”, pediu Cláudio.
Mestre Paraná falava e alguns edis não davam atenção e chegavam até a dar as costas para a tribuna, tanto que ele se sentiu obrigado a dar um pito (reclamar) para chamar a atenção dos vereadores. “Gente eu estou falando, quando os senhores vão na nossa comunidade querem atenção e quando a comunidade vem até vocês o minimo que podem fazer é dar atenção”, disse Paraná e arrancou aplausos da galeria.
O assunto foi tratado no programa Diário da Feira pelo radialista Fábio Negriny como uma total falta de vergonha, tanto que  Mestre paraná perguntou aos vereadores quem era responsável pela Comissão de Cultura na Casa e nenhum edil soube responder.
O presidente da comissão de Educação e cultura da câmara de Vereadores, o Sr. Luis Augusto de Jesus (Lulinha) foi o principal a não da atenção devida ao Mestre Paraná, já que o vereador é presidente da comissão. 
Mas, para que os vereadores não esqueçam, o Rota da Informação, bem como o programa Diário da Feira estão atentos a tudo que acontece na CASA DA CIDADANIA .
FONTE: Rota da Informação.

Nenhum comentário