Header Ads

Seo Services

Governo do estado não descarta a possibilidade de parcelar salario dos servidores.

A Bahia está no seleto grupo de dez estados que ainda não entrou no ciclo de parcelar o salário dos funcionários, mas a possibilidade de adotar a medida não está descartada. De acordo com o secretário da Fazenda, Manoel Vitório, o esforço tem sido feito, mas o equilíbrio está "muito frágil". "Estamos lutando para a Bahia não entrar no ciclo de parcelamento de salários. Não estamos livres do risco, mas estamos fazendo esforço. É determinação do governador Rui Costa que o salário dos servidores e ações fundamentais sejam o mais preservadas possível. Obviamente não temos controle de todas as coisas, o estado tem restrição e tem que viver do que arrecada", explicou o secretário, na manhã desta quinta-feira (3), antes da assinatura do convênio para realização de 372 projetos do Fundo de Cultura. Vitório destacou a ajuda do Ministério Público e do Poder Judiciário no combate ao crime tributário, permitindo ao estado recuperar recursos sonegados. "Isso tem nos ajudado muito com relação às receitas próprias. Mesmo havendo certa retração da economia, temos conseguido ainda alguns resultados, abaixo da inflação", acrescentou

Nenhum comentário